Educação para a Cultura e para a Criatividade
Parceiro Memória Criativa
Porto de Crianças


Porto de Crianças

O Programa Porto de Crianças integra a ação do Município do Porto em matéria de Educação, no âmbito do Pelouro do Conhecimento e Coesão Social, sendo implementado pelo Departamento Municipal de Educação.

Entendido e designado como Programa de coadjuvação curricular, interliga, no tempo letivo, educação não formal e educação formal no exercício de estratégias, áreas e espaços pedagógicos diferenciados e inovadores. Concretiza a aproximação aos equipamentos culturais da Cidade e a integração de áreas que preenchem lacunas e reforçam positivamente o plano curricular escolar. Consolida o diálogo e interatividade entre a escola e parceiros da comunidade educativa

Esta rede de parcerias educativas, constituída por parceiros internos e externos, em regime de voluntariado, ou através de aquisição de serviços, desenvolve um conjunto de saberes, técnicas e referenciais metodológicos criativos e diferenciados, partilhando-os com professores e alunos dos jardins de infância e das escolas do 1º ciclo do ensino básico da rede pública da cidade do Porto.

O Porto de Crianças tem como objetivos:

   - Contribuir para o sucesso escolar e desenvolvimento integral das crianças, aprofundando e intensificando a interação entre o jardim de infância, a escola e a restante comunidade educativa pela articulação de diferentes contextos de ensino/aprendizagem.

   - Fomentar uma atitude positiva relativamente à aprendizagem e à escola, promovendo a construção de uma visão plural e multifacetada da realidade.

   - Fomentar a educação artística, a cultura científica, a formação cívica e para a cidadania, designadas ferramentas essenciais aos processos de ensino/aprendizagem.

O Programa ultrapassa o edifício escolar como contexto de aprendizagem, garantindo o contacto com espaços e tempos diversificados: escolas de dança e de ballet, yoga, monumentos e outros espaços de interesse cultural e ambiental da cidade, museus, expressão dramática e técnicas de expressão plástica (escultura, formas animadas, pintura) e a criação de projetos artísticos.

O Porto de Crianças fomenta a análise crítica e o debate, em sessões de filosofia para crianças e a experimentação de valores de participação cívica e democrática na simulação de assembleias municipais com representantes políticos da autarquia.

Acompanhando o novo paradigma digital da sociedade moderna, o Porto de Crianças incorpora em diversas atividades, as novas tecnologias de informação e comunicação, associando-as por exemplo à música, jogos multimédia, ao cinema de animação e à partilha on line de informação.    

A plasticidade operacional do Porto de Crianças permite-lhe adaptar-se a diferentes contextos escolares, à oscilação da conjuntura política municipal, às alterações da política educativa nacional, fortalecendo a sua consolidação. A comprová-lo, está a sua seleção, de entre 18 projetos europeus, para a Short list do Cities for Children Award 2010.

As particularidades do Porto de Crianças revelam-se no enriquecimento de saberes académicos, de competências essenciais e de conhecimentos contextualizados no território, no contacto com agentes culturais e educativos que não o professor, como sejam artistas plásticos, atores e encenadores, músicos, dançarinos, profissionais ligados ao cinema e investigadores, entre outros; no fortalecimento de capacidades, aptidões e competências; nos reforços pessoais, relacionais e sociais proporcionados às crianças e docentes, desenvolvendo o seu potencial, através de experiências vividas a partir de realidades concretas.

Valorizam-se os processos pedagógicos e educativos, sem descurar a visibilidade dos produtos, concretizada em exposições e Mostras nas escolas e num espetáculo, organizado numa sala de espetáculos emblemática da cidade, contribuindo, também, para a formação de públicos. Realizam-se filmes, nomeadamente de animação, alguns deles objetos de atribuição de prémios nacionais e internacionais na área do cinema de animação.