Educação para a Cultura e para a Criatividade
Sessão
De Ponte em Ponte - O contexto contemporâneo de cada ponte
11 Abril 2013
Entidade
Promotora
Associação Porto Digital
Orientação
Marlene Rocha
Cátia Monteiro
Ao longo deste projeto temos sido investigadores, procurando obter informações sobre as pontes do Rio Douro. Através de diferentes atividades, como a visita à exposição "De Ponte em Ponte", o circuito de barco pelas pontes, a visita com a escola e com a família à Casa do Infante e ao Museu Nacional de Soares dos Reis, construímos o Bilhete de Identidade das pontes e descobrimos algumas caraterísticas da época em que foram construídas, ao nível da arte e da história da cidade.

Um investigador procura responder às questões: o quê? quem? quando? onde? como? e porquê? Já temos respostas às primeiras quatro questões, falta-nos responder ao "como?" e "porquê?". O "como?", envolvendo técnicas de engenharia de pontes, fica para as próximas sessões. Agora, vamos procurar as respostas ao "porquê?". Por que terão sido construídas as pontes? Para servir que pessoas e serviços? Como viveriam as pessoas na época em que as pontes foram construídas? No fundo, o que se pretende é que conheçamos o contexto social, económico, cultural e político da época em que cada ponte foi construída.

Mas o que significa contexto? Fomos descobrir ao dicionário: "conjunto de circunstâncias à volta de um acontecimento ou de uma situação". Começámos pelo contexto político. Sabem que sistemas políticos existiram ao longo da história em Portugal? Algumas pontes do Porto foram construídas durante a Monarquia e outras, as mais recentes, já no regime republicano. O que será a Monarquia? E a República? Relembrámos a Monarquia da forma mais divertida possível, com a ajuda do rei Konrad e do rei Alyosha. Na monarquia o povo não elege os seus representantes, os títulos e os cargos políticos são hereditários. Para ilustrar a República, tivemos a ajuda dos candidatos a Presidente da República Jorge, Francisca, Beatriz, Bruna, Paulo e Cristiano. Depois de terem apresentado o seu programa eleitoral, com medidas para o país, sobretudo sociais, os candidatos submeteram-se à eleição pelos colegas... ahhh... cidadãos! Um verdadeiro regime democrático em que todos participaram!

Depois do sufrágio, foi-nos lançado um desafio: em família, estudar o regime político vigente na altura da construção de cada ponte, procurando resposta para as questões: Quem governava/ regia? Que obras mais emblemáticas/ importantes realizou?

Nesta viagem ao passado pela história de Portugal e da cidade do Porto, temos também encontro marcado com as figuras que se destacaram na época - escritores, artistas, cientistas... Quem foram?

A história das pontes está relacionada de forma profunda com a história dos meios de transporte. Por isso, só mais uma pergunta? Quais eram os principais meios de transporte da época em que as pontes foram construídas?

Todas estas informações são importantes para a nossa reportagem, mas também para conhecermos o passado e a nossa herança cultural e social. Já agora, só mais uma questão para refletir, também em família, e responder: O que é o património cultural?

< LISTA DE ACTIVIDADES