Educação para a Cultura e para a Criatividade
Sessão
"Educação para os Média - os Média, a Arte e o Património da Cidade do Porto"
03 Julho 2013
Entidade
Promotora
Associação Porto Digital
Orientação


A Memória Criativa propôs à turma do 4º ano da EB1JI da Pasteleira a produção de um noticiário televisivo, tendo como ponto de partida o projeto de Educação para os Média e a sua relação com as artes, a cultura e o património do Porto.

Para chegar a este resultado, os alunos percorreram um longo percurso, repleto de trabalho, de descobertas e de encontros com profissionais da comunicação e do jornalismo, da museologia, da gestão do património e da multimédia.

A primeira sessão do projeto foi a apresentação da equipa da Memória Criativa, dos alunos e da professora. Através de uma fotografia, analisando as pistas e informações que ela nos dá, procuramos conhecer um pouco de cada um. Abordámos assim o poder da imagem enquanto elemento comunicativo.

Logo na sessão seguinte, com o Museu Nacional de Soares dos Reis, os alunos estabeleceram relações com a arte, através da comunicação com os objetos artísticos. À conversa com os objetos, os alunos desenvolveram também a imaginação, presente em todos os processos comunicativos e associada principalmente aos meios de comunicação sem recurso à imagem, como a rádio e a imprensa. São muitas as ferramentas que estão ao nosso dispor para partilhar informação e para comunicar. Por isso, numa sessão com a artista plástica Manuela Carneiro, foi introduzida a comunicação pelo desenho e pela representação visual.

Numa sessão dedicada à comunicação mediática os alunos ficaram a conhecer as caraterísticas de cada meio de comunicação - imprensa, rádio, televisão e internet. Numa sessão sobre jornalismo, os alunos conheceram as suas funções, os géneros jornalísticos - notícia, entrevista e reportagem, e os deveres da profissão de jornalista. O jornalismo dá-nos pistas para conhecer o mundo, informa-nos e forma-nos, por isso tem um papel tão central neste projeto.

Com a visita ao Museu Nacional da Imprensa com a turma e com a família e ao MediaLab os alunos descobriram o passado da Imprensa e as características de um jornal atualmente. Com a Rádio Manobras, os alunos conheceram a história, as técnicas e as características do jornalismo radiofónico, fizeram exercícios de colocação de voz e de dicção, redigiram notícias e gravaram um noticiário.
Com a visita da RTP à escola e com a visita ao Porto Canal, os alunos conheceram a narrativa da informação televisiva e os bastidores de um canal de televisão.

Uma vez que as tecnologias estão cada vez mais presentes na vida de todos, desde bem cedo, a utilização responsável da tecnologia e a segurança na internet foram também focos deste projeto, culminando na produção de um teatro sobre internet segura. Presente em todos os meios de comunicação e em vários espaços da cidade, também a publicidade foi abordada, tendo em vista o seu consumo de forma crítica. Compreendendo as características e objetivos da publicidade, os alunos foram publicitários por uma tarde.

Na sala de aula, sempre com a ajuda da professora, escreveram notícias e reportagens, fizeram as locuções dos textos para o noticiário, entrevistaram os colaboradores e representantes dos parceiros do projeto e construíram um cenário para o noticiário, com a ajuda da artista plástica Manuela Carneiro.

Todo este trabalho, como já foi referido, culminou num noticiário que divulga o projeto de educação para os média da Memória Criativa e o património da cidade do Porto. O noticiário foi gravado no estúdio de televisão da exposição "Comunicar" do Museu dos Transportes e Comunicações. Durante a gravação os alunos foram pivots, técnicos de som e de imagem na régie e operadores de câmara (todas as imagens de estúdio foram filmadas unicamente pelos alunos).

Durante o projeto, a aprendizagem aliou-se sempre à experimentação e à diversão. Educar para os média é educar para a cidadania ativa, para o espírito crítico. Além disso, comunicar eficazmente é essencial para a vivência em sociedade, para nos integrarmos, para nos desenvolvermos enquanto profissionais e pessoas e para construirmos relações com os outros. Este projeto mostra ainda que os média podem ter um papel fundamental na divulgação do património. Para o valorizarmos e para o protegermos temos antes de mais de o conhecer. Só assim é possível formar e manter uma identidade cultural.

Conheçam o processo de criação do noticiário consultando as atividades desenvolvidas ao longo do projeto aqui:

< LISTA DE ACTIVIDADES