Educação para a Cultura e para a Criatividade
Sessão
Noticiário: Entrevistas
24 Maio 2013
Entidade
Promotora
Associação Porto Digital
Orientação
Luísa Esteves
Videos
A professora Luísa Esteves e os alunos prepararam e realizaram entrevistas de personalidade aos profissionais que colaboraram no projeto de educação para os média para integrar no noticiário final.

Entrevistar é conversar, perguntar, conhecer. No caso da entrevista de personalidade, é uma aproximação ao outro, que desvenda um pouco da sua vida, da sua profissão, das suas ideias, convicções e modo de ser.

Nesta tarde, a sala de aula foi um local de partilha de histórias de vida, de escolhas, de momentos e até de emoções. Sempre com o sorriso dos curiosos entrevistadores e dos encantadores entrevistados. São eles a Paula Azeredo do Museu Nacional de Soares dos Reis, a jornalista Filipa Mora, a produtora Alexandra Novo e o sonoplasta Jorge Guimarães Silva da Rádio Manobras.

Ao longo do projeto de educação para os média, descobrimos com a visita da Paula à escola e com a visita ao Museu Nacional de Soares dos Reis a comunicação com os objetos e a comunicação pela arte, por isso quisemos saber como é que aprendeu a comunicar com os objetos e se é mais fácil comunicar com os objetos ou com as pessoas. Nesta entrevista coletiva, a Paula contou-nos que é apaixonada pelo seu trabalho porque lhe permite "conhecer muitas pessoas" e que acredita que a criatividade deve estar presente não só no trabalho, mas em todas as relações humanas. Descobrimos também que é formada em História, que gosta de passear, de estar em contacto com a natureza e de pintar.

Ditam as regras do jornalismo que a entrevista deve ser muito bem preparada mas, por outro lado, o jornalista deve ser criativo. Perguntar é uma arte e entre tantos jornalistas-artistas surgiram muitas perguntas espontâneas.

Concluída a entrevista à Paula, chegou a vez de conhecermos melhor a Filipa, a Alexandra e o Jorge. Antes de mais, quisemos saber em que consiste o trabalho de produção e de sonoplastia e como é o dia-a-dia de cada um na Rádio Manobras. Descobrimos que trabalham juntos há 1 ano e meio, que o Jorge trabalha desde os 12 anos e que já passou por vários ofícios até chegar à rádio e que, enquanto profissionais da comunicação, gostam de contar histórias alegres, ainda que "as histórias tristes não possam ser escondidas e tenham de ser dadas a conhecer ao público".
Querem que vos contemos um segredo que descobrimos nesta entrevista? Alguns profissionais da rádio já caíram em direto! E o que se faz nessas situações? Como diz a Alexandra "sorrir é sempre a nossa melhor arma". Mas que bela lição!

E o tipógrafo Álvaro Pedreira, que histórias terá para contar? São tantas e tão ricas. As suas memórias fundem-se com as memórias do jornalismo e da imprensa. Trabalhou durante cerca de 20 anos no "Comércio do Porto", um trabalho que lhe permitiu conhecer muitas pessoas, entre elas políticos e artistas, e acompanhar de perto os acontecimentos que marcaram essa época. Descobrimos que o Álvaro se dedicou totalmente à sua profissão, exercendo-a de forma dedicada e apaixonada. Ainda que já esteja reformado, continua a trabalhar como tipógrafo no Hospital Magalhães Lemos e a colaborar com o Museu Nacional da Imprensa.

Curiosos para saberem ainda mais sobre os nossos convidados? Em breve podem ver aqui as entrevistas na íntegra.

< LISTA DE ACTIVIDADES