Educação para a Cultura e para a Criatividade
Sessão
Noticiário - Redação de notícias e reportagens
24 Abril 2013
Entidade
Promotora
Associação Porto Digital
Orientação
Marlene Rocha
Cátia Monteiro
"Educação para os Média - os Média, a Arte e o Património da Cidade do Porto" - assim se chama o projeto da Memória Criativa em desenvolvimento com a nossa turma. O projeto interliga a comunicação humana e os meios de comunicação social com a cidade do Porto e o seu património.

Iniciámos a nossa sessão conversando sobre património cultural. Temos contactado com ele nos museus que visitámos e até no dia a dia. Mas será que conhecemos o seu significado e importância? Património cultural é o legado deixada pelos nossos antepassados - o conjunto de todos os bens, materiais e imateriais, que contribuem para a construção ou manutenção da identidade de um povo.

Identificámos alguns elementos patrimoniais do Centro histórico do Porto, classificado como Património da Humanidade pela UNESCO (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura) desde 1996. A Torre dos Clérigos, a Ponte Maria Pia, a Ponte D. Luís, a Sé, a Estação de S. Bento... São património da cidade e de todos nós. Mas existem muitos outros. Vamos pesquisar?
Falámos ainda de património imaterial: do fado, do folclore, das tradições.

O património contribui para a nossa identidade individual enquanto pessoas e para a nossa identidade coletiva enquanto povo, por isso temos de vivê-lo com responsabilidade, protegendo-o, para que possa ser também o património das gerações futuras.

Apesar da sua importância, o património é muito pouco divulgado pelos meios de comunicação social. Com o nosso noticiário, seremos pioneiros na divulgação do património da cidade do Porto.

Com uma tão importante tarefa em mãos, começámos a produzir as reportagens para o noticiário. O primeiro passo foi definir os grupos e a matéria que cada um deles irá trabalhar. Depois, visionámos as imagens e selecionámos aquelas que queremos que apareçam na nossa reportagem, um trabalho imprescindível para a redação do texto. Este foi precisamente o passo seguinte: escrever uma narrativa textual para a reportagem, em que contamos a história daquela sessão ou atividade de forma informativa. Não se esqueçam das caraterísticas do texto jornalístico: deve responder às questões "o quê?", "quem?", "quando?", "onde?", "como?" e "porquê?", deve ser escrito com uma linguagem simples e correta, não deve conter pronomes pessoais e, no caso da televisão, deve ser escrito para as imagens.

Nesta sessão fomos jornalistas e editores de imagem. Passo a passo, vamos construindo o nosso noticiário televisivo. Curiosos para verem o resultado final? Nós também!

< LISTA DE ACTIVIDADES