Educação para a Cultura e para a Criatividade
Sessão
Introdução aos Meios de Comunicação Social
23 Janeiro 2013
Entidade
Promotora
Associação Porto Digital
Orientação
Cátia Monteiro
Manuela Carneiro
Videos
Comunicação com os objetos... Comunicação com o outro... Comunicação pela expressão artística... Comunicação pelos sentidos... Comunicação de massas... Nesta sessão fomos verdadeiros comunicadores!

Na sessão anterior a Paula Azeredo, do Museu Nacional de Soares dos Reis, lançou-nos um desafio: inventar um objeto e dar-lhe vida, uma história. Agarramos este desafio e hoje apresentamos os nossos projetos: uma série de objetos bem animados, com nome, história e personalidade! Um a um foram ganhando vida, apresentando-se e contando a sua história. Espontaneamente geraram-se diálogos, relações e os objetos comunicaram entre si, contando histórias repletas de amizade!

O tema deste projeto é "educação para os média", mas o que serão os média? A comunicação exige sempre um emissor, uma mensagem e um recetor. No caso dos média, ou meios de comunicação de massas, existe um emissor e vários recetores. Então, comunicar para as massas não será o mesmo que comunicar com um colega ou com um objeto, pois não? Comunicar para as massas exige cuidados especiais, como uma linguagem simples e correta e mensagens com um potencial de interesse público.

Que meios de comunicação conhecem? Qual será o mais antigo? A equipa da Memória Criativa trouxe uma caixa... O que será que ela guarda? Abrimo-la e descobrimos televisores, rádios, tablets, auscultadores, microfones, fotografias, computadores e até maquilhagem e uma gravata! A partir destes objetos construímos um mapa de ideias com associações à imprensa, à rádio, à televisão e à internet. Claro que associamos imediatamente a maquilhagem e a gravata à televisão, afinal é o meio por excelência da imagem.

Por falar em imagem... Será que ela é exclusiva da televisão? E a rádio? Será que "só" ouvimos rádio? O sentido que mais associamos à rádio é a audição, mas a verdade é que a mensagem radiofónica estimula-nos os outros sentidos. Através da nossa imaginação, podemos criar imagens mentais do que ouvimos, no caso da rádio, ou do que lemos, no caso da imprensa.

Foi sobre isto mesmo que nos falou a artista plástica Manuela Carneiro. E se pudessemos registar os momentos mais significativos para nós, uma notícia, um filme, através do desenho e da palavra? Seriamos capazes de transmitir o que pensamos sobre as coisas? A Manuela lançou-nos esse desafio: deu-nos um diário - o diário da Memória Criativa. Aqui vamos contar histórias, partilhar acontecimentos e notícias e guardar memórias. Através da palavra escrita, do desenho, da colagem e da pintura. Afinal, temos todas estas ferramentas à nossa disposição para comunicar.

< LISTA DE ACTIVIDADES