Educação para a Cultura e para a Criatividade
PROJECTO na ESCOLA
"Educação para os Média - os Média, a Arte e o Património da Cidade do Porto" - Projecto

“Nativos digitais? Geração polegar? Não conheço. Diz-me que eu procuro na Net.” Os meios de comunicação e as novas tecnologias têm modificado a maneira de construir o saber, o modo de aprender e a forma de conhecer. 

Nas sociedades modernas a educação das crianças e jovens é partilhada pela família e pela escola, às quais se juntam os meios de comunicação. É neste contexto que a Memória Criativa desenvolve um projeto de educação para os média intitulado de "Os Média, a Arte e o Património da Cidade do Porto".

Os principais objetivos do projeto são dar a compreender a comunicação e a sua importância nas nossas vidas, desenvolver nos alunos a capacidade de consumir informação com sentido crítico, ajudar a compreender a importância da informação a nível individual e coletivo, despertar a curiosidade e o interesse relativamente aos acontecimentos que marcam a atualidade, despertar para a utilização responsável dos média e ainda desenvolver a vontade de pensar e conversar sobre os acontecimentos que marcam a atualidade e sobre as realidades que nos rodeiam.

A Memória Criativa propõe à turma a produção de um noticiário televisivo, tendo como ponto de partida o projeto de Educação para os Média e a sua relação com as artes, a cultura e o património do Porto.

Comunicar eficazmente é essencial para a vivência em sociedade (em todas as instâncias - família, escola, trabalho), ao nível da integração e do desenvolvimento pessoal, e para a construção de relações com os outros. Por isso, este projeto engloba várias formas de comunicação, a começar desde logo pela comunicação humana e pela comunicação pessoal. Com o Museu Nacional de Soares dos Reis, os alunos podem estabelecer relações com a arte, através da comunicação com os objetos artísticos. Objetos que contam histórias, a sua, a do seu criador e a da sua época. Assim, comunicando com os objetos, os alunos desenvolvem também a imaginação, presente em todos os processos comunicativos e associada aos meios de comunicação sem recurso à imagem, como a rádio e a imprensa. São muitas as ferramentas que estão ao nosso dispor para partilhar informação e para comunicar. Por isso, numa sessão com uma artista plástica, é introduzida a comunicação pelo desenho, pela representação visual e pela imagem.

Já no campo da comunicação de massas, numa sessão dedicada à comunicação mediática, os alunos ficam a conhecer as caraterísticas de cada meio de comunicação - imprensa, rádio, televisão e internet. É através destes meios que fazem parte do nosso quotidiano, que nos informamos sobre o que nos rodeia. O jornalismo dá-nos pistas para conhecer o mundo, informa-nos e forma-nos, por isso tem um papel tão central neste projeto. Numa sessão dedicada ao jornalismo, os alunos ficam a conhecer as suas funções, os géneros jornalísticos - notícia, entrevista e reportagem, e os deveres da profissão de jornalista. O jornalismo é ainda o tema central de outras sessões e atividades, como conversas com jornalistas da RTP, ateliês de rádio com a Rádio Manobras, visita a órgãos de comunicação portuenses (Porto Canal e Jornal de Notícias) e ainda a visita ao Museu Nacional da Imprensa, cujo património está intimamente ligado à comunicação humana e à História da Imprensa.

Uma vez que as tecnologias estão cada vez mais presentes na vida de todos, desde bem cedo, a utilização responsável da tecnologia e a segurança na internet são também focos deste projeto. Presente em todos os meios de comunicação e em vários espaços da cidade, também a publicidade é um tema abordado, tendo em vista o seu consumo de forma crítica.

Todos os conhecimentos que os alunos adquirem ao longo destas sessões são aplicados em trabalhos desenvolvidos logo nessas sessões, como mapas de ideias relacionados com o tema da sessão, entrevistas, notícias, locução de notícias de rádio, anúncios publicitários e nas sessões finais do projeto, dedicadas à produção de um noticiário, em que os alunos escrevem, gravam e editam as reportagens, e de um jogo trivial sobre os média e sobre o património da cidade do Porto, aliando a aprendizagem à diversão.

Segundo a UNESCO, a "Educação para os Média constitui parte da preparação básica de todo o cidadão, em qualquer país do mundo, em ordem à liberdade de expressão e ao direito de informação e representa um suporte na construção e sustento da vida democrática" (Áustria, 1999, conferência Educar para os Média na Era Digital) pelo que o projeto Memória Criativa pretende não só que os alunos aprendam, de forma lúdica, a ver, a ler e a ouvir a informação que provém dos órgãos de comunicação, mas também que desenvolvam o seu espírito crítico, a curiosidade pelas realidades (culturais, patrimoniais, artísticas, etc.) que os rodeiam e que desenvolvam a sua autonomia na utilização responsável dos meios de comunicação. Estas são condições essenciais na formação do espírito cívico em cada um de nós.

 

DESTINATÁRIOS

Público-alvo: 4º ano

Nº de alunos: 16

 

METODOLOGIA

O projeto desenvolve-se promovendo um conjunto de ações transversais que englobam visitas a museus e instituições culturais ligadas aos média; sessões de exposição de conteúdos e de debate, sempre com o contributo dos alunos, seguidas da aplicação do que aprenderam em trabalhos práticos de acordo com a temática da sessão, como a criação de mapas de ideias, redação de notícias e entrevistas, criação de anúncios publicitários; a participação em oficinas de escrita, fotografia, filmagem e edição bem como em jogos didáticos. A Memória Criativa privilegia a participação dos alunos em todo o processo de desenvolvimento de produtos, neste caso o noticiário, por isso, os alunos são convidados a dar o seu contributo, de acordo com os seus gostos e aptidões (escrita, narração, filmagem, entrevista, pesquisa), valorizando o trabalho individual e o trabalho em equipa. Pretende-se que através das experiências proporcionadas pelo projeto no espaço-escola e no espaço-cidade, nas quais os familiares são sempre convidados a participar, os alunos possam rever os seus conhecimentos e criar novos. A presença dos familiares nas visitas aos museus constitui um momento de partilha conjunta de memórias, que se cruzam com as memórias do próprio museu e da cidade. 

 

OBJETIVOS

- Compreender a comunicação e a sua importância nas nossas vidas;

- Conhecer os meios de comunicação;

- Compreender a diferença entre informação e entretenimento;

- Perceber os objetivos da publicidade e pensar criticamente sobre o que vêem e ouvem;

- Saber estar na rede e utilizar a Internet de forma segura e responsável;

- Compreender a importância da informação a nível individual e coletivo;

- Desenvolver a curiosidade e interesse relativamente aos acontecimentos que marcam a atualidade;

- Compreender que o mundo reportado pelos media é complexo, com diversas opiniões e diferentes atores;

- Aprender a viver na sociedade de informação;

- Desenvolver as capacidades de comunicação escrita e oral;

- Estimular o pensamento crítico e criativo na busca de respostas e na resolução de problemas;

- Praticar o trabalho em equipa e em família;

- Usar as tecnologias de forma mais eficaz e eficiente (captação de vídeo, áudio, fotografia, edição de vídeo e áudio, criação de um blog);

- Conhecer e valorizar o património e os museus da cidade do Porto;

- Contactar com profissionais de diferentes áreas do conhecimento e da expressão e estabelecer a troca de perspetivas e leituras com esses profissionais;

- Conhecer os artistas, movimentos e manifestações artísticas e culturais da cidade.