Educação para a Cultura e para a Criatividade
Sessão
Na escola - Diálogos no Jardim, compasso nas estrelas
18 Maio 2011
Entidade
Promotora
Associação Porto Digital
Orientação
Manuela Carneiro
Marlene Rocha


"Os treze a rir uns dos outros devem estar de boa saúde, sabem porquê? Então vocês não sabem que rir faz bem à saúde?"

Esta e outras frases tiveram origem nesta sessão.

Se a semana anterior foi de debate e confronto de ideias, esta foi para arregaçar as mangas e pôr em curso o trabalho prático.

Para os treze, a tarde começou com a construção de um painél, cujo objetivo era o de recriar o jardim de João Chagas, também conhecido por jardim da Cordoaria. Um a um, encostados ao papel de cenário, desenhámos a nossa silhueta, escrevemos o nome de batismo de cada personagem e começámos a preencher o jardim com recortes, colagens, desenhos e frases, que estiveram na origem dos diálogos.

Aos poucos fomos enchendo de vida e cor o nosso tesouro natural!
Uma construção que permitiu de uma forma lúdica adquirir conhecimentos acerca da vida do jardim e da sua história.

Por serem muitos os acessórios que caraterizam o D. Pedro IV, concentrámo-nos em elaborá-los. Assim, de compasso na mão, continuámos a construir as medalhas e até aprendemos a fazer estrelas num desenho rigoroso. Também nesta sessão fizemos o chapéu do rei, já o casaco, esse foi a Manuela quem o tirou do armário e o trouxe para ver se servia. Encolhe a barriga!

Qual será o acessório mais importante do rei D. Pedro IV? É a Carta Constitucional.
E como escreviam na altura? Com penas e aparos, mergulhando-os em tinta-de-escrita, a tarefa não era nada fácil!
Numa tentativa de aproximação a este modo de escrita, recorremos ao aparo e à tinta da china.
Todos experimentamos e até os treze a usaram para desenhar no painél.

Espreitem o vídeo e as fotografias para ficarem a saber um pouco mais.

< LISTA DE ACTIVIDADES