Educação para a Cultura e para a Criatividade
Peça de Teatro: "Estátuas vivas contam histórias"



As Estátuas do Porto contam histórias?

Com a Maria Augusta, partimos à descoberta das esculturas que habitam na nossa cidade. Para a construção da peça de teatro era fundamental conhecermos de perto os "Treze a rir uns dos outros", "D. Pedro IV" e a "Menina Nua" ou "Juventude".

Na Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto, entrámos nos bastidores da criação de inúmeras esculturas e visitámos os ateliers onde se trabalha a pedra, a madeira, o metal, o barro e ainda assistimos a uma aulda de modelação com barro, durante a qual conversámos com os futuros escultres e o seu professor. Motivados pela visita, na escola aprofundámos os nossos conhecimentos sobre modelação em barro e pusemos a “mão na massa”.

Depois de conversámos com a Marlene e a Manuela sobre a importância do património e de como, com pequenos gestos, podemos contribuir para a sua preservação, aprendemos a pesquisar, identificar, selecionar e registar informações sobre as nossas esculturas num mapa de ideias.

Na sessão dedicada ao mundo dos jogos, com o Miguel, descobrimos não só o processo de desenvolvimento de um jogo bem como discutimos as diferentes tipologias dos mesmos e aprendemos a fotografar.

Nas oficinas de teatro, com a artista plástica Manuela, recordámos as esculturas a serem trabalhadas, construímos as roupas e os adereços (essenciais para uma boa caracterização), escrevemos e reescrevemos diálogos.

Depois de muitos ensaios e de alguns imprevistos, eis que chegou o dia da apresentação ao público da peça “Estátuas vivas contam histórias”. Na escola, com uma plateia repleta de professores, crianças e familiares, subimos ao palco e fomos atores por um dia.

< LISTA DE ACTIVIDADES