Educação para a Cultura e para a Criatividade
PROJECTO na ESCOLA
"Património e Identidade: Jogo da Memória | Trivial" - Projecto

APRESENTAÇÃO

Jogo para reter conhecimentos e imagens, com questões sobre animais, museus e património. Um jogo que permite, de forma lúdica, adquirir conhecimentos sobre a cidade do Porto. 

Partindo do tema lançado pelo Porto de Crianças para o ano letivo 2010/2011 - Património e Identidade -, o projeto Memória Criativa propõe a criação, numa vertente mais tecnológica, interativa, educativa e comunitária, do conhecido Jogo da Memória | Trivial. Numa perspetiva multidisciplinar, o projeto conta com a participação do Banco de Materiais – Câmara Municipal do Porto, do Museu Nacional Soares dos Reis, do Museu Nacional da Imprensa, do Museu de História Natural da Universidade do Porto e dos artistas plásticos Walter Almeida, inês Ferreira e Manuela Carneiro.

Todo o processo de criação privilegia a interação e o envolvimento ativo e articulado entre os participantes – alunos, professores, famílias, artistas e entidades culturais. Património e tecnologia andam sempre de mãos dadas, recorrendo a diferentes técnicas, instrumentos e materiais para se expressarem. A partir dos trabalhos realizados nas sessões nas instituições culturais e na escola são trabalhadas as componentes  de vídeo, som e imagem, e compreendido o processo de programação de um jogo. 

Através da realização dos conteúdos multimédia para o jogo, a atividade integra o recurso às novas tecnologias e aos jogos, em sala de aula, enquanto agentes potencializadores do processo criativo, revelando-se uma mais-valia no processo de ensino e aprendizagem, promovendo não só a criatividade bem como a capacidade de concentração e de aquisição de competências (JISC, 2007, p. 1-4). Efetivamente, os jogos possibilitam a ''interiorização de dados científicos, tecnológicos e sociais, estimulando as capacidades dos alunos em variados aspectos, tais como atitudes (...), pesquisa e organização de informação, de trabalho em equipa e de construção de posições fundamentadas” (GOMES et. al., 2010, p. 5).

A exploração do Jogo da Memória | Trivial considera-se “um processo que promove a diversidade de estratégias de ensino pela dinâmica enriquecedora do processo criativo” (MONTEIRO, 2010, p. 3), enquanto estímulo diferenciador das potencialidades individuais do aluno, fomentando uma maior predisposição para a aprendizagem. 


DESTINATÁRIOS

Público-alvo: 1º ano 

Nº de alunos: 20


METODOLOGIA

Para a realização deste projeto a Associação Porto Digital oferece à escola a possibilidade de participar em visitas orientadas à cidade e às entidades participantes e em sessões/atividades na escola e nas instituições com profissionais de diferentes áreas.

O recurso às tecnologias é um fator a evidenciar pois os alunos serão integrados numa equipa transversal e interdisciplinar,  onde a multimédia e a tecnologia assumem especial relevância (vídeo, som e imagem): utilização de equipamento de captação de som e de software de edição; manuseamento de câmaras fotográficas e de filmar para registo das visitas ao exterior e dos trabalhos plásticos.

Para além deste contacto, vão ainda estabelecer relação com a outra escola envolvida no projeto, através do cruzamento de informação, da partilha de trabalhos para o grafismo do jogo, e de uma competição inter-turmas utilizando os quadros interativos presentes nas escolas participantes.


OBJETIVOS

- Estabelecer a ligação escola-cidade, cidade-escola;

- Conhecer e valorizar o património da cidade do Porto;

- Promover a educação cultural no sentido de favorecer a construção de uma identidade cultural;

- Proporcionar o contacto com profissionais de diferentes áreas do conhecimento e da expressão e estabelecer a troca de perspetivas e leituras com esses profissionais;

- Fomentar a construção de trabalhos criativos que reflitam o conhecimento adquirido durante as sessões sobre as estátuas da cidade;

- Incitar o uso da memória aliada ao pensamento critico e criativo, quer colocando questões (divergentes), às quais os alunos terão de encontrar respostas, quer através de atividades artísticas;

- Usar as tecnologias de forma eficaz e eficiente (captação de vídeo, áudio, fotografia, edição de vídeo e áudio) e promover a utilização das tecnologias educativas disponíveis nos equipamentos escolares, disponibilizando o jogo no quadro interativo e na internet


CALENDÁRIO

Entidade Responsável Atividade Data Local
Museu Nacional de Soares dos Reis Paula Azeredo O Museu Nacional de Soares dos Reis vai à Escola 01/10/2011 MNSR
Museu Nacional de Soares dos Reis

Inês Ferreira

Paula Azeredo

A Escola vai ao Museu Nacional de Soares dos Reis 19/01/2011 MNSR
Museu Nacional de Soares dos Reis 

Inês Ferreira

Paula Azeredo

Visita ao Museu Nacional de Soares dos Reis em família 30/01/2011 MNSR
Museu Nacional da Imprensa vai à Escol Vânia Meleiro O Museu Nacional da Imprensa vai à Escola 24/02/2011 MNI
Câmara Municipal do Porto – Banco de Materiais Maria Augusta Marques A Escola visita o Banco de Materiais  14/02/2011

CMP -

BM

Associação Porto Digital Walter Almeida Matriz: o início da criação de um azulejo  25/02/2011 Escola

Museu Nacional da Imprensa

Associação Porto Digital

Vânia Meleiro

Walter Almeida

A Escola vai ao Museu Nacional da Imprensa 15/03/2011 MNI
Associação Porto Digital Walter Almeida Criar um caderno de memórias  18/03/2011 Escola

Associação Porto Digital

Museu Nacional da Imprensa

Marlene Rocha

Walter Almeida

Vânia Meleiro

Apresentação pública dos trabalhos de impressão de azulejos 07/04/2011 Cidade
Associação Porto Digital

Júlia Barros

Marlene Rocha

Aprender a fotografar  08/04/2011 Escola

Museu de História Natural da Universidade do Porto

Museu Nacional da Imprensa

Luzia Sousa

Manuela Carneiro

Vânia Meleiro

A Escola visita o Museu de História Natural da UP 07/06/2011 MHNUP
Associação Porto Digital Marlene Rocha Tiago Lessa Gravação áudio para o jogo 14/06/2011 Escola