Educação para a Cultura e para a Criatividade
PROJECTO na ESCOLA
COLABORADORES
Inês Ferreira
Artista Plástica

Este vestido de sevilhana é hoje da minha filha, que adora vestir-se com ele. Também eu um dia gostei de me mascarar - vestir a pele de outras personagens, ir ao armário da gente grande e experimentar casacos, colares, saltos altos e batons. Hoje não gosto de me mascarar. Porque será? Porque já não sei brincar? Porque já não sei sonhar com personagens e seres maravilhosos, que gostaria de encarnar? Ou, simplesmente, porque me sinto bem na minha pele?

Joana Vieira
Voluntária

Adoro vestidos. Um gosto que advém dos tempos de criança. Outrora vestia-os para esconder a criança gorduchinha que sempre fui, hoje visto-os por prazer. Pela sua simplicidade, leveza e discrição. Pela sensação de liberdade que me proporcionam ao esvoaçar ao sabor do vento. Por uma ou outra vez, em voos mais altos, ganham asas e pegam-me alguma partidas. Mas quem não gosta de correr riscos? É certo que todos temos desejos mas será que ainda temos sonhos? Sonhos pessoais, sonhos profissionais. Assim como os meus vestidos, voo em busca da concretização dos meus sonhos. Sonhos que nunca desaparecerão pois são eles o meu porto de abrigo.

Manuela Carneiro
Artista Plástica


Márcia Fernandes
Voluntária

Nesta foto apareço a sorrir, a viver no meu pequeno mundo perfeito, como se nada de menos bom pudesse acontecer e a sonhar com um futuro promissor, cheio de coisas "cor de rosa"... O facto, é que agora vejo que nem tudo é assim e que na vida existem barreiras a ser vencidas mas que sem isso, a vida não teria o mesmo encanto. Mas, quando se é criança tudo se consegue e tudo é possível, e esse sorriso evidencia toda a essência da esperança no futuro! E, hoje, expresso o mesmo sorriso esperando e procurando uma pequena parte do tal futuro tão sonhado.

Walter Almeida
Artista Plástico